Turismo na Namíbia

Desde que eu vi uma foto de umas dunas perfeitas alaranjadas, com árvores secas e retorcidas e um céu azul atrás, a Namíbia entrou na minha bucketlist de viagens. Eu fiquei alucinada, morrendo de vontade de conhecer, mas a falta de informações na internet adiou meus planos por algum tempo.

IMG_8991 (Small)

Deadvlei

Grandes áreas da Namíbia são constituídas de parques de conservação. O maior deles é o Naukluft, que tem quase o tamanho da Suíça inteira. É ali dentro do Naukluft que está a área de Sossusvlei, onde ficam as dunas da foto aí em cima.

Embora essa seja a parte mais turisticamente conhecida e divulgada da Namíbia, o país tem muitas outras coisas a oferecer.

A área de conservação de Sossusvlei fica na direção sul do país. Bem no centro do país está a capital Windhoek, que, apesar de não ter muitas atrações turísticas, é interessante de ser conhecida.

IMG_4660

Windhoek

No centro-oeste estão Walvis Bay e Swakopmund, que fazem parte da costa original dos esqueletos, mas estão fora do parque de conservação. Ali as dunas encontram o mar e as atividades mais famosas são jeeps 4×4 na areia e passeios de barco. Mais acima da costa oeste está o parque da Costa dos Esqueletos em si. No norte está o Parque Etosha, muito famoso para safáris, e as tribos Himba.

6176643808_IMG_9334

Costa dos Esqueletos

Dá para gastar férias inteiras no país caso queira conhecer todas as suas principais atrações. Como nossa viagem incluiu outros países, nossa passagem pela Namíbia resumiu-se a Sossuvlei, Windhoek e Swakopmund/Walvis Bay, que vou falar mais detalhado em outros posts.

Link para o mapa interativo no GMaps aqui.

Dicas Práticas

A primeira coisa a ter em mente quando planejar a viagem é que o turismo na Namíbia envolve grandes deslocamentos terrestres. As distâncias são longas, os trajetos são demorados (cerca de 5 horas), mas as paisagens são tão lindas ao longo do percurso que o tempo parece passar mais rápido.

IMG_4151

Pela estrada

É muito comum na Namíbia o esquema self-drive. O país tem uma cultura forte de camping e em quase todas as regiões mais turísticas da Namíbia é possível acampar. Então o jeito mais econômico e mais roots de fazer turismo no país é alugar um carro, colocar suas barraca e seus apetrechos de acampamento dentro e pé na estrada. O grupo Namibia Wildlife Resorts (NWR) tem as melhores opções de campings e abrange quase todos os parques naturais.

Outra opção de self-drive é alugar um carro normal (pode ser até 4×2) e ficar em hotéis.

No oposto do turismo independente estão as agências de turismo. Há opção das mais baratas (que tem hospedagem em campings) às mais caras (que ficam em hotéis de luxo). O lado bom é que o stress é zero. Você só paga e eles arranjam tudo pra você. O lado ruim é que você está sempre com um grupo.

Inicialmente, nós iríamos fazer o self-drive. Depois, a falta de informações do país acabou nos deixando um pouco inseguros e resolvemos optar por um meio termo: fechamos os hotéis por conta própria e contratamos apenas os transfers.

Perguntei no hotel de Sossusvlei sobre transfers e eles indicaram a Lark Journeys. No começo, fiquei com medo de fazer todos os pagamentos, chegar lá e não ter ninguém nos esperando. Depois fui trocando emails com o Gregory (dono da empresa) e ele foi tão atencioso que decidimos arriscar.

E valeu muito a pena. No dia e horário combinado o Gregory foi nos encontrar no hotel de Windhoek, para nos dar boas-vindas e apresentar o motorista que nos acompanharia por toda a viagem.

IMG_4447

Nosso motorista era o Johnnathan e ele sabia muitas informações históricas, geográficas e turísticas. Tanto o Greg (dono da empresa) quanto o Johnnathan trabalharam na Wilderness Safaris, uma empresa conhecida na África que preza muito pela qualidade dos guias. Então, apesar de teoricamente fazer só os nossos transfers, nosso motorista acabou virando uma espécie de guia, que nos dava várias informações e até ajuda para coisas que deveríamos resolver sozinhos.

Depois de ter ido e conhecido, acho que é tranquilo dirigir na Namíbia. As estradas são relativamente boas e bem sinalizadas. O lado negativo de fazer absolutamente tudo por conta é estar desacompanhado de alguém que manja do lugar e pode te levar aos pontos mais legais, principalmente se seu roteiro incluir os parques de Sossusvlei e Etosha.

Além disso, mesmo que optasse pelo self-drive, acho que faria isso por intermédio de alguma empresa, para ter para quem ligar caso meu carro quebrasse no meio da estrada, por exemplo. A Namíbia tem baixíssima densidade populacional e na grande maioria do tempo você está sozinho nas estradas.

De resto, o país é um dos mais seguros e organizados da África, o que, junto com as paisagens maravilhosas, nos fez ficar muito impressionados positivamente!

Advertisements

One thought on “Turismo na Namíbia

  1. Pingback: Sossusvlei – Umas das Maiores Dunas do Mundo e Muito Mais | Diários de Férias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s