A deliciosa capital alagoana

Fomos para Maceió na semana do réveillon e ficamos sete dias, tempo que, embora insuficiente para conhecer todas as praias que eu queria, foi ótimo para desacelerar e renovar as energias para o ano novo.

maceio 1

A primeira dica é alugar um carro já no aeroporto. Apesar de haver diversas agências que fazem os passeios diariamente a todas as praias (dá pra fechar com algumas delas na própria orla), com um carro próprio ficamos com mais liberdade de horário. As estradas são ótimas e bem sinalizadas.

Para poder desacelerar de verdade, escolhíamos só uma praia por dia e passávamos o tempo inteiro por lá – mas, claro, dependendo do ritmo de cada um é possível conhecer ainda mais lugares do que visitamos.

Como fomos no reveillon, no dia 31/dezembro e no dia 01/janeiro ficamos apenas na Praia de Ponta Verde (vamos falar melhor abaixo), para evitar pegar o carro e fugir do trânsito – mas, caso estivesse lá em outra época, optaria por conhecer praias menos urbanas.

Embora muitas pessoas tentem fazer um bate e volta para praias mais distantes – como a famosa Maragogi – optamos, em sua maioria, pelas mais próximas para não perder tempo na estrada ao invés de estar em frente ao mar!

(aqui fica a dica para conhecer Maragogi junto com a ainda mais paradisíaca Japaratinga, Carneiros e Porto de Galinhas – viagem que fiz há uns dez anos e já estou ansiosa pra voltar!).

O melhor lugar para se hospedar em Maceió, em minha opinião, é em Jatiúca (onde estão os melhores restaurantes e é uma parte um pouco menos turística) e em Ponta Verde (para poder ir a pé para o melhor trecho da praia).

Como decidimos tudo em cima da hora, ficamos em Pajuçara, onde a quantidade de hotéis e pousadas é bem maior (por isso, o custo benefício também). De toda forma, fica colada a praia de Ponta Verde e a localização não atrapalhou a viagem.

Segue a descrição sucinta das praias que fomos e nossas opiniões!

                             PISCINAS NATURAIS DE PAJUÇARA

Em Pajuçara não pegamos praia, mas fizemos apenas o passeio até as Piscinas Naturais. Embora um pouco decepcionante se comparada, por exemplo, a Porto de Galinhas (a água não é tão transparente e nem há uma quantidade tão grande de peixes a serem vistos), o programa é bem gostoso.

maceio2

O passeio, de cerca de 2horas de duração, custa R$ 30,00/pessoa em uma jangada que comporta até seis pessoas. Negociamos o preço para irmos só em dois (e não ficarmos esperando formar o grupo para sairmos).

Não é preciso reservar com antecedência. Basta chegar no ponto da praia onde estão os jangadeiros (em frente ao hotel Radisson) e fechar o passeio na hora. Todavia, fique atento à tábua de marés para poder nadar e aproveitar as piscinas naturais. Se a maré estiver alta, não vale a pena ir – o ideal é ir quando estiver em torno do nível 0,5 (antes de a maré subir!)

Veja neste link como conferir o nível da maré no dia que você for viajar! Neste post do Ricardo Freire, ele explica direitinho como calcular a tábua de marés e escolher melhor o horário para o passeio.

maceio3

Mais do que pelos peixes, para mim o passeio vale a pena pela paisagem e, dependendo do horário que for feito, não inviabiliza a visita a outra praia.

BARRA DE SÃO MIGUEL

No mesmo dia que fizemos as piscinas naturais de Pajuçara, fomos em seguida à Barra de São Miguel, localizada no litoral sul de Maceió.

maceio8

A praia tem alguns quiosques e bares mais simples e o Beach Club “Praerô” – com uma estrutura ótimo, com música ao vivo e piscina. A entrada, que vale o dia inteiro, custa R$50,00/pessoa na alta estação (nós negociamos para pagar R$25,00 já que chegamos somente na metade do dia).

De toda forma, independente de onde se escolher ficar, a praia é linda e bem tranquila – e, em função da extensa barreira de recifes, o mar parece uma piscina. Há, também, aluguel de pranchas de stand up paddle (SUP). Imperdível!

PRAIA DE PONTA VERDE

Pegamos praia dois dias em Ponta Verde pela facilidade de acesso (ficava a uns 15minutos a pé do nosso hotel em Pajuçara). Tem o clássico estilo de praia urbana: areia lotada de pessoas e barracas alugando guarda-sol e servindo coco verde gelado e caipirinha – além dos diversos ambulantes oferecendo caldinho de feijão e outras comidinhas.

Para quem quiser uma estrutura melhor, tem o badalado bar Lopana e o Kanoa, este para quem quiser começar a balada mais cedo (extremamente cheio!).

PRAIA DO FRANCÊS

A praia do Francês fica pertinho do centro de Maceió – a uma distância de 20 minutos de carro partindo de Pajuçara indo para o litoral sul. A grande estrutura de quiosques e barracas é proporcional à quantidade de pessoas na praia. Apesar de ser uma das mais famosas, foi a que menos gostei – mas o mar é tranquilo para banho e deu para achar um espaço em uma das barracas e relaxar.

PRAIA DO GUNGA

Também no litoral sul, a Praia do Gunga fica a cerca de 40 minutos de Pajuçara. Tem uma boa estrutura de barracas de praia e a paisagem é linda! São oferecidos passeios de quadriculo e ‘bugues’ – que eu gentilmente dispensei pra ficar só admirando o mar.

maceio10

O acesso pode ser feito de lancha, saindo da Barra de São Miguel (estas duas praias poderiam ter sido feitas no mesmo dia), ou pela porteira da fazenda na AL 101 Sul (estacionamento pago, em torno de R$ 10,00/dia). Não deixe de incluir no seu roteiro!

SÃO MIGUEL DOS MILAGRES

A praia de São Miguel dos Milagres, no litoral norte, foi a mais distante que fomos nesta viagem – levamos cerca de 1h30 para chegar lá (são 100km de distância de Pajuçara).

Apesar das famosas festas organizadas na semana de réveillon, São Miguel dos Milagres é bastante tranquila. As praias são bem vazias. Há apenas uma rua principal cercada de vários povoados (não há um centrinho; os restaurantes são poucos e ficam nesta rua, na praia ou dentro das pousadas).

IPIOCA

A praia de Ipioca fica no litoral norte, a uns 45 minutos de Pajuçara (a distância não é tão grande, mas a estrada é de mão única e passa por alguns vilarejos) e achei apaixonante!

maceio5

A praia é bem tranquila e só conta com a estrutura de um Beach Club, o “Hibiscus” – cuja entrada também custa R$50,00/pessoa na alta temporada. O bar, pelo menos, além da piscina, oferece charmosos gazebos e conta com música ao vivo e DJ a tarde toda.

(mas para pegar os melhores lugares é preciso chegar cedo! Na semana do réveillon, chegamos às 10h e não conseguimos mais pegar espreguiçadeiras em frente ao mar. O bar fica dentro do Condomínio Angra de Ipioca).

maceio7

A ideia era sair mais cedo de Ipioca e conhecer as piscinas naturais de Paripueira, ali pertinho, mas desistimos para aproveitar melhor o lugar.

Para quem tiver mais tempo em Maceió: não conseguimos ir a Carro Quebrado, em Barra de Santo Antônio, praia que tinha sido bem recomendada por um amigo e onde falam que há falésias lindas.

Aqui o mapa que usamos para escolher as praias do litoral – e dá pra ver que são várias as opções!

mapa maceio

ONDE COMER EM MACEIO? Os melhores restaurantes estão em Jatiúca, exemplo do delicioso peruano Wanchako – embora caro (até para os padrões de SP!), o ceviche e os pratos de camarão são deliciosos e justificam a fama do local –, do turístico Bodega do Sertão, um restaurante por quilo de comidas regionais típicas; e do italiano chiquetoso Maria Antonieta – também caro, mas bem gostoso.

Ali pertinho também fica outro restaurante que recomendamos: o Divina Gula, de comida mineira, atendimento extremamente simpático e com ótimo custo-benefício (e melhor ainda para quem estiver com crianças, já que o lugar é grande e há um espaço destinado para elas).

Para um almoço rápido no pós-praia, em Paçujara, fomos no Comedoria Sueca, restaurante por quilo, mas com ótimos pratos e tudo bem fresquinho. Há também o famoso Imperador dos Camarões, que também vale  a visita – peça o “Chiclete de Camarão”, prato com cinco queijos diferentes que é a marca registrada da casa.

Em síntese: uma viagem que valoriza todos os sentidos! Paisagens lindíssimas e com ótimo astral.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s