Algarve – As praias de Portugal podem te surpreender

A região do Algarve é um dos muitos trechos lindos da costa portuguesa. No entanto, ali se desenvolveu uma estrutura turística que, hoje em dia, atrai visitantes do mundo todo.

Informações Práticas

Para chegar até lá é bem fácil. Como para conhecer a região com mais liberdade de horários/destinos é bem recomendável alugar um carro, pode-se ir de carro desde Lisboa ou ir até Faro de avião (ou até trem/ônibus) e alugar um carro por lá.

IMG_0614 (800x533)

A região do Algarve é formada por várias cidadezinhas e ocupa uma área de mais ou menos 116kms de extensão. Ao longo dessa faixa, há várias praias famosas. Se dividir por região sua visita, todas ficam bem perto umas das outras, razão pela qual a grande maioria das pessoas escolhe uma cidade para se hospedar por todos os dias e vai conhecendo as praias de carro ao longo dos dias.

Como estávamos de carro, não pesquisei se é tranquilo fazer de transporte público, mas tem um post sobre isso nesse blog aqui.

Em termos de hospedagem, as regiões mais comentadas são Lagos, Albufeira e Villa Moura.

Albufeira é a cidadezinha mais central, dotada de uma boa estrutura turística, com vários restaurantes e bares. É bem comum entre o pessoal do Reino Unido, então prepare-se para encontrar muitos ingleses. Embora as praias dessa região não sejam bonitas, ela fica bem no meio de Algarve, o que facilita o deslocamento para todos os pontos.

Lagos é uma cidadezinha histórica e pequena, mas que fica colada na maioria das praias mais bonitas da região. Bastante frequentada por jovens, Lagos também é famosa pela vida noturna agitada, embora a maioria da baladas fique em Vilamoura. Se eu tivesse ido de casal ou sozinha, talvez tivesse escolhido me hospedar aqui.

Nós optamos por nos hospedar em Vilamoura, a parte mais moderna e cosmopolita da região. Sua localização durante o dia não é das melhores: as praias da região não são tão paradisíacas e ela não fica tão no centro da costa. Entretanto, sua localização noturna é perfeita. É ali que estão as baladas e os restaurantes mais famosinhos. Como estávamos em um grupo de amigos e sabíamos que iríamos sair bastante para baladas/jantares, sempre envolvendo bebida, achamos que valia mais a pena ficar numa boa localização noturna: melhor percorrer as maiores distâncias de carro durante o dia do que à noite, quando optávamos pelo taxi – se beber não dirija!

De qualquer forma, qualquer região que escolher para se hospedar não vai te inviabilizar de conhecer os principais pontos do Algarve. A região de ponta a ponta tem só 116kms e as estradas são ótimas.

As Praias

A região do Algarve tem muitas praias e é praticamente impossível visitar todas, a não ser que você vá passar muito tempo por lá. Antes de ir decidimos, então, fazer uma pesquisa pra descobrir as mais bonitas e tentar organizar um roteiro de acordo com a região.

A parte do Algarve pode ser dividida entre Leste e Oeste, sendo as praias do Oeste as mais bonitas, com paisagens dramáticas de falésias e rochas se erguendo do mar. São lindas, mas prepare-se para a água fria! Elas ficam principalmente na parte entre as regiões de Lagoa, Portimão e Lagos.

Nós dedicamos um dia inteiro à região de Lagos. Começamos com a Praia dos Estudantes, uma prainha bem pequena de águas transparentes que vale a pena conhecer.

IMG_0576 (800x533)

Praia dos Estudantes

Praia dos Estudantes

Praia dos Estudantes

Por uma passagem na rocha do lado direito de quem olha para o mar, acessa-se uma outra praia menor ainda (que não achei o nome), que tem uma paisagem de tirar o fôlego. Em ambas a faixa de areia é bem pequena e não há nada de infraestrutura.

IMG_0596 (800x533)

IMG_0598 (800x533)

Nossa próxima parada foi Praia da Dona Ana. Eleita como a mais bonita do mundo pela Condé Nast Traveller, não podia faltar no nosso roteiro. Apesar das diversas críticas sobre o aterramento da praia*, ela continua maravilhosa, principalmente olhando-se para o canto direito, de onde se avista várias pedras saindo do mar. Bem dramático!

IMG_0612 (800x533)

Praia da Dona Ana

IMG_0637 (800x533)

*o governo português ampliou artificialmente a praia, mais aqui

Da praia da Dona Ana parte um passeio de barco pela Ponta da Piedade, as rochas que são avistadas da praia. Também é possível fazer esse passeio de caiaque, partindo da Praia da Batata. Como aquela praia não estava em nosso roteiro, acabamos fazendo o passeio de barco (e confesso que, mesmo que pudesse escolher entre as duas opções, acho que escolheria o barco – mais confortável hehe).

IMG_0707 (800x533)

Ponta da Piedade

O barco é pequeno e vai passando por entre diversas rochas, entrando em um monte de grutas, em um cenário incrível. Me lembrou muito Capri, muitas vezes com paisagens até mais bonitas.

IMG_0693 (800x533)

Grutas na Ponta da Piedade

IMG_0698 (800x533)

A última parada, já no final do dia, foi a Praia do Camilo, também com uma faixa de areia pequena e sem nada de infraestrutura.

IMG_0734 (800x533)

Praia do Camilo

No dia seguinte, nosso roteiro tinha a região de Lagoa e a região de Portimão.

Nosso destino em Lagoa era a Praia da Marinha, que tínhamos ouvido falar muito bem. Em Lisboa, conversamos com muita gente que já tinha visitado a região do Algarve e todo mundo nos deu as melhores recomendações dessa praia.

IMG_0764 (800x533)

Praia da Marinha vista de cima – o tempo não ajudou, o lugar é muito mais lindo que isso!

Quando chegamos o dia estava um pouco nublado, então as fotos não fazem jus à sua beleza, mas a praia vista logo do estacionamento (antes de descer as escadas) é maravilhosa.

IMG_1951 (800x181)

Praia da Marinha

Nós descemos as escadas e fomos caminhando para o lado direito de quem olha para o mar, quase até o final, onde está a parte mais bonita e menos cheia da praia (o barzinho da praia fica logo ao pé da escada, então muita gente prefere ficar por ali).

IMG_0795 (800x533)

Praia da Marinha

Logo depois abriu um sol maravilhoso e conseguimos curtir tudo o que a praia tem para oferecer.

Praia da Marinha

Praia da Marinha

A praia era tão linda que decidimos ficar por lá o resto do dia e acabamos nem visitando Portimão. De qualquer forma, fica a dica da praia que tínhamos marcado para conhecer: Praia 3 Irmãos (que parecia bem linda nas fotos).

Outros dois passeios famosos no Algarve que não fizemos por falta de tempo foram visitar Sagres e a Ilha de Tavira.

A região de Sagres tem um apelo histórico forte. O Cabo São Vicente, por ser o ponto mais ocidental da Europa, foi por muito tempo tido pelos europeus como o fim do mundo. Foi de lá que muitos portugueses se lançaram ao mar em busca do mundo novo. Sob o comando do Infante D. Henrique a região se transformou em um importante centro marítimo, onde estavam cartógrafos, marinheiros, astrônomos e onde eram construídas as caravelas. Ali há algumas construções históricas, entre elas a Fortaleza de Sagres (mais informações aqui) , de onde se pode ver um bonito pôr-do-sol.

A Ilha de Tavira é conhecida por suas praias e belezas naturais (uma das mais famosas é a lagoa e cachoeira Pego do Inferno).

As Baladas

Algarve também é bem famosa pelo agito noturno. São duas formas de baladas que vimos por lá.

No final do dia há beach clubs em algumas praias que começam com festa por volta das 19:00/20:00 e vão até 23:00. Essas foram as festas que mais gostamos. O pessoal vai direto da praia e é um clima super tranquilo. O beach club mais famoso é o Nosolo Aqua, que tem unidades na Praia da Falésia (em Vilamoura) e em Portimão.

nosoloaqua

Foto do meu insta pessoal: festa pós praia, ainda de biquini. 

Depois dessas festas, vai todo mundo pra casa/hotel descansar, sair para jantar e as baladas noturnas mesmo começam por volta da 01:00/02:00 da manhã.

Já na parte de baladas, as mais famosas são a Bliss e a Seven, ambas em Vilamoura. Nós passamos no dia que chegamos em frente à Seven e achamos a faixa etária bem baixa.

*Durante julho e agosto há muitos grupos de adolescente em férias no Algarve. Pelo o que li, em outros meses a faixa etária não é tão baixa assim. Inclusive, o jogador Cristiano Ronaldo costuma frequentar a Seven, que é do cunhado dele.  

Então, no dia seguinte, durante a sunset do Nosolo Aqua (que não tinha tanta criançada hehe) fizemos amizade com uns portugueses que nos indicaram a balada Agua Moments. Fomos e gostamos bastante. A pista é a céu aberto, com vista para a Marina, mas vale a pena conferir a programação musical do dia para ver se te agrada.

Não chegamos a conhecer a Bliss, mas é a balada mais falada de todas. Pelo o que dei uma olhada no site, também é a céu aberto e pareceu bacana.

Nossa passagem pelo Algarve foi curta mas muito gostosa. Se você quer fugir dos destinos de praia tradicionais da Europa, vale a pena conhecer.

Advertisements

2 thoughts on “Algarve – As praias de Portugal podem te surpreender

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s