Ranakpur – Os Templos Jainistas

De Udaipur, partimos em viagem terrestre a Jodhpur, mas não sem antes passar por Ranakpur, com o único propósito de visitar o maior complexo de templos jainistas da Índia.

DSC_5793 (800x534)

O jainismo é uma religião indiana que tem como principal regra a não violência a seres vivos. Assim, todos os praticantes são vegetarianos (algumas espécies de vegetais também são proibidas, de acordo com o número de almas que a religião lhes atribui). Muitos deles acabam usando proteções na boca para não engolir pequenos insetos e vassouras para varrer o chão à sua frente, para não esmagar acidentalmente qualquer ser vivo. A religião baseia-se em cinco votos mandatórios: não violência; não mentir; não roubar; não apego a coisas materiais e a pessoas (monges e monjas renunciam a todas a posses materiais e relações sociais); e castidade (o celibato é exigido de monges e monjas).

O principal templo Jainista da Índia fica na cidade de Ranakpur e chama-se Chaumukha Temple. Foi construído no século XIV em mármore branco e seu interior possui 1444 colunas, cada uma muito trabalhada e diferente das demais.

DSC_5744 (800x534)

Exterior do Chaumukha Temple

A visita ao interior é realizada sem calçados e os visitantes não tem acesso ao altar principal. É possível vê-lo, mas é proibido ultrapassar as cordas que o delimitam e tirar fotos. Nas outras partes do templo as fotos são permitidas, os seguranças apenas ficam de olho para ver se não tem ninguém apontando a câmera em direção ao altar.

DSC_5748 (800x534)

As muitas colunas do interior – todas extremamente trabalhadas

Houve uma tentativa dos jainistas de tornar o templo acessível apenas a quem segue a religião, porque o grande fluxo e barulho de turistas estava atrapalhando a prece dos fiéis. O pedido foi negado pelo governo indiano, mas a solução encontrada foi que a visita só pudesse ser realizada com audio guide. Ou seja, não há guias dando explicações lá dentro ou grupos enormes de turistas se amontando para ver algum determinado detalhe. Como cada um começa o audio guide em um momento, os visitantes se espalham pelos vários locais do templo, que é enorme.

DSC_5771 (800x530)

Nós duas visitando o interior do templo. Todos os visitantes vão em silêncio ouvindo as explicações.

Dentro da perfeição do templo, há apenas uma coluna torta. O audio guide explica que seria um erro proposital, como uma espécie de alerta de que nem tudo seria perfeito.

DSC_5779 (800x539)

A úncia coluna torta – onde está o n. 15

O complexo ainda abriga outros pequenos templos, mas depois de visitar o maior e mais lindo, nenhum deles chamou tanto a nossa atenção.

É um lugar realmente impressionante e é considerado um dos mais lindos templos da Índia. Com certeza, foi o mais lindo que visitamos e as fotos não conseguem captar o tamanho da beleza e imensidão do lugar!

Caso esteja em deslocamento terrestre pelo Rajastão, vale a pena o pitstop!

Veja também:

Nós Vamos Para a Índia!! – o que esperávamos, nosso roteiro e dicas práticas

Nós Fomos Para a Índia …. e Amamos!!! – impressões gerais e mais dicas práticas

Delhi: a capital do subcontinente indiano

Udaipur – A Primeira Parada no Rajastão

Ranakpur – Os Templos Jainistas

Jodhpur – A Cidade Azul

Jaipur – A Cidade Rosa do Rajastão

Fatehpur Sikri – A capital abandonada do Império Mongol

Agra e o Taj Mahal

A cidade sagrada de Varanasi

Advertisements

9 thoughts on “Ranakpur – Os Templos Jainistas

  1. Pingback: Jodhpur – A Cidade Azul | Diários de Férias

  2. Pingback: Fatehpur Sikri – A capital abandonada do Império Mongol | Diários de Férias

  3. Pingback: Jaipur – A cidade rosa do Rajastão | Diários de Férias

  4. Pingback: Udaipur – A Primeira Parada no Rajastão | Diários de Férias

  5. Pingback: Delhi: a capital do subcontinente indiano | Diários de Férias

  6. Pingback: Nós Fomos Para a Índia …. e Amamos!!! | Diários de Férias

  7. Pingback: Nós Vamos Para a Índia!! | Diários de Férias

  8. Pingback: Agra e o Taj Mahal | Diários de Férias

  9. Pingback: A cidade sagrada de Varanasi | Diários de Férias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s