Nice: a base perfeita para a Côte D’Azur

Quando fiz as pesquisas pré-viagem para a Riviera Francesa e peguei informações com amigos que já tinham ido para lá, tinha a impressão que Nice seria a cidade que eu menos iria gostar. No final, estava errada e achei a cidade uma das mais gostosas e bonitinhas pelas quais passamos.

Para quem vai conhecer a Côte D’Azur, Nice é a mais comum cidade de base, fixando-se em um hotel por lá e fazendo bate e voltas para as cidades perto. Foi o que fizemos, com exceção do dia em que fomos para St. Tropez e nos hospedamos por lá. 

Fizemos a reserva pelo Hotwire às cegas e acabamos caindo no Holiday Inn, que foi uma ótima surpresa! O hotel é ótimo, super confortável, o quarto era novinho e a localização bem boa, fizemos tudo à pé.

No dia que reservamos para Cannes e St. Paul de Vence, chegamos de volta a Nice tão cedo que já deu tempo de conhecer algumas partes da cidade. Aproveitamos para passear pela Promanade des Anglais, a avenida que beira o mar que, diga-se de passagem, tem uma cor maravilhosa, um azul vivo que não vi em nenhuma outra cidade da região.

A desvantagem é que a praia é de pedras, então não fica muito confortável passar o dia por lá, ao menos que você alugue uma cama em um dos vários beach clubs que se estendem pela orla.

DSC_4468 (800x534)

DSC_4483 (800x534)

Promenade des Anglais

A avenida da praia é super gostosa para caminhar ou andar de bicicleta e fica lotada no final da tarde. Nós aproveitamos para ir até o Hotel Le Negresco. Embora antigamente eles permitissem a entrada de não hospedes, hoje em dia isso não é mais possível. Mesmo assim, vale dar uma conferida na sua arquitetura exterior, com a cúpula projetada por Gustave Eifel (o mesmo da torre).

DSC_4482 (800x534)

Como ainda estava super claro e não queríamos voltar para o hotel, voltamos pela Promanade des Anglais em direção ao Jardim Albert 1er, que está em uma reforma interminável. Apenas uma parte estava liberada ao público.

DSC_4489 (800x534)

Colada no jardim está a Place Masséna, coração de Nice. A praça foi remodelada em 2007 para a aparência atual, com o piso preto e branco e as estátuas que ficam coloridas à noite. Ao final da praça está a Fontaine du Soleil. Na avenida em frente, chamada Jean Medecin, estão diversas lojas e shoppings, como H&M, Sephora, etc.

DSC_4502 (800x534)

WP_20140902_017 (800x450)

Ao seu redor ficam várias outras praças usadas no verão para refrescar locais e turistas. Uma delas libera vapor e a outra libera verdadeiros jatos de água, onde o pessoal (principalmente as crianças) não hesita em se jogar.

DSC_4493 (800x534)

DSC_4508 (800x534)

Aproveitando que estávamos no pique, demos um estendida até a parte mais antiga para conhecer a Ópera e o Palácio de Justiça, dois prédios com arquitetura antiga e bem bonita. O palácio da Justiça traz os lemas da revolução francesa: liberté, égalité, fraternité.

DSC_4519 (800x534)

Como já estava escurecendo, voltamos para o hotel, tomamos um banho e depois saímos para jantar em um dos muitos restaurantes que ficam na região da Rue Massena, exclusiva para pedestres.

O dia seguinte foi dedicado à visita a Monaco e Eze. Como voltamos para Nice só à noite, aproveitamos para jantar na Cours Saleya. Ali (onde ocorre o famoso mercado de flores durante a manhã) há diversos restaurantes nos dois lados do calçadão de pedestres, com mesinhas para fora. São todos bem turísticos, mas o lugar é super agradável para jantar.

WP_20140902_021 (800x450)

No dia seguinte de manhã acordamos bem cedo e voltamos para a Couers Saleya, agora para conhecer o mercado de flores e frutas. Confesso que esperava mais, as flores não estavam tão bonitas/abundantes assim, mas vale a pena pelos muitos sabonetes e essências com aromas da Provence que são vendidos por lá.

DSC_4653 (800x534)

DSC_4655 (800x534)

Como nosso voo saía só às 16:30 e ainda tínhamos tempo, ficamos em dúvida se subíamos até a montanha para conhecer a cidade histórica ou se visitávamos o Museu Matisse. Acabamos optando pelo último, que acabou me decepcionando um pouco. Esperava mais da coleção. De qualquer forma, o museu fica em uma praça/parque super bonitinha e foi bom para conhecer um pouco do hábito dos moradores da cidade.

DSC_4657 (800x534)

Museu Matisse

O resto do dia foi dedicado a voltar ao hotel, fazer check out, almoçar e partir para o aeroporto. Infelizmente, era o fim das férias. Ano que vem tem mais!

** Para facilitar, segue o print do mapa com os principais pontos turísticos. O link para o mapa interativo é esse aqui

Nice

Clique para aumentar

Advertisements

3 thoughts on “Nice: a base perfeita para a Côte D’Azur

  1. Pingback: Cannes e St. Paul de Vence | Diários de Férias

  2. Pingback: Visitando Mônaco e Eze | Diários de Férias

  3. Pingback: St. Tropez – Mar Azul e Beach Clubs | Diários de Férias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s