Viena em 1 Dia

Esse post faz parte da série Europa em 20 Dias.

Nossa passagem por Viena foi muito rápida. Chegamos de Veneza num trem noturno às 08:30am e fomos embora no dia seguinte às 06:00am rumo a Budapeste. Quando você está viajando de trem pelo leste europeu, fica difícil resistir à tentação de dar pelo menos uma paradinha nas cidades que você vai cruzar.

A cidade, dentro do Innere Stadt, é linda. Pra onde você olhe, tem um jardim ou um prédio maravilhoso …

Viena era a cidade dos Habsburgos, então, com exceção do Schönbrunn (que fica mais afastado da cidade), a grande maioria das atrações turísticas fica ao redor do Palácio de Hofburg (antiga residência real). Se tiver pouco tempo para explorar a cidade, como nós, é uma boa ideia pegar um hotel por lá. Nós ficamos no Mercure. É o padrão Mercure (pra mim, tá ótimo), fica numa localização boa e perto de uma estação de metrô (importante pra quem ia chegar e sair de trem, pois o metrô leva à estação de Viena).

Começamos nossa visita pela Stephansplatz, onde fica a Stephansdom. A igreja em estilo gótico é bonita por dentro e sob o altar fica uma urna que guarda as vísceras de alguns dos Habsburgos. Mas o melhor é mesmo seu telhado de azulejos vitrificados. É possível subir no topo, de onde o telhado pode ser visto mais de perto.

IMG_7430 (800x533)

IMG_7433 (800x533) IMG_7438 (800x533)

Da praça, saem as ruas Kärntnerstraße e Garben (onde você encontra várias lojas e restaurantes, é um bom lugar para jantar e almoçar). Seguindo a Garben e virando à esquerda no final, está a Michaelplatz, onde fica a Demel, doceria super famosa de Viena. Se você é como eu e não se importa de comer doce de manhã, pode se deliciar. Aproveite para comer a famosa sachertorte, doce típico da cidade.

** A sachertorte original por de ser provada no Sacher Hotel. Não provamos, mas ouvi que o lugar é uma gracinha. 

IMG_7443 (533x800) IMG_7445 (533x800)

Ali da Michaelplatz, você já está do lado do Palácio Hofburg, sede do poder austríaco por seis séculos. O palácio é lindo e bem grande, com arquitetura que vai desde a gótica até a renascentista. O ponto alto são os aposento reais e o audio guide deu bastante destaque à Imperatriz Sissi, figura famosa na história dos Habsburgos, por sua beleza e pelas neuroses por magreza.

IMG_7450 (800x533)

O palácio também é sede da famosa Escola de Espanhola de Equitação. Nós não fomos porque nenhum dos dois é louco por cavalos.

Do palácio, fomos direto em direção ao Rathaus Park, que é circundado pela Universidade de Viena, pela Rathaus (Prefeitura) e pelo Parlamento.

Entramos na universidade e demos um giro pelo local, mas não achamos nada de muito diferente. É linda, mas não imperdível.

IMG_7465 (800x533)

Na pracinha na frente da prefeitura estava tendo um festival de verão, com várias barraquinhas, onde paramos para almoçar. O prédio da prefeitura, que é lindíssimo, estava encoberto por um telão … Depois disso, uma parada providencial no parque ali na frente para descansar um pouco as pernas.

IMG_7458 (800x533) IMG_7468 (800x533)

Tentamos entrar no Parlamento, mas estava uma fila muito grande, o que nos fez desistir. Essa é minha única frustração de não ter tido mais tempo em Viena, queria muito ter ido.

IMG_7470 (800x533)

Obs. Débora: Quando fomos para Viena (em 2008), conseguimos visitar o Parlamento! O programa vale tanto pela arquitetura imponente das salas, como para conhecer um pouco mais do sistema político do país.

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

De lá, partimos em direção à Praça dos Museus (Museumsplatz), passando por dentro do Volksgarten para conhecer.

A Museumsplatz é formada pelo Museu de História Natural, o Museu de História da Arte e o Museums Quartier Wien, um complexo de museus que forma o maior centro cultural do mundo. Nenhum dos museus me atraiu muito e não entramos em nenhum.

Fomos caminhando por dentro do Burggaten até chegar à famosa ópera de Viena. Não tinha nenhuma programação naquele dia, se tivesse, com certeza teria ido. Não dá pra passar um espetáculo na cidade da música …

IMG_7489 (800x533)

Pegamos a estação de metro ali do lado em fomos em direção ao Schönbrunn.

O Palácio e Jardins de Schönbrunn era a residência de verão da família imperial e é um lugar lindo de morrer! Como é enorme e não tinha nada de muito importante, deixamos de visitar o interior do palácio, pra focar somente no que, pra mim, é o ponto alto do lugar: os jardins!

IMG_7502 (800x533)

O complexo é bem grande e, se quiser conhecer tudo, dá pra passar um dia inteiro lá. Algumas partes do jardim são pagas à parte, mas a visita somente às partes gerais é de graça.

IMG_7517 (800x533)

obs.: como era verão, deu tempo de fazer tudo isso, mas se fosse no inverno, provavelmente já teríamos chegado no Schönbrunn quase escurecendo.

obs2.: há um outro palácio bem conhecido em Viena, o Belvedere, que ficou de fora do nosso roteiro.

Obs. Débora: Além dos jardins – que também são lindos – , no Palácio Belvedere está o maior acervo das obras de Gustav Klimt, que inclui a famosa “O Beijo” e outras que eu gosto tanto que, a visita, só por isso, já valeria a pena! A galeria conta também com exposições de outros artistas . Se você tiver um pouco mais de tempo – eu fiquei dois dias inteiros na cidade e se mostrou suficiente! -, não deixe de incluir no seu roteiro!

                                                                  ???????????????????????????????

Voltamos para o centro da cidade e perguntamos num quiosque, super despretenciosamente, onde poderíamos comer um bom Schnitzel (afinal, Viena é a cidade onde foi inventado o famoso prato). O cara nos falou que o mais famoso era o Figlemuller, restaurante que diz ser seu criador.

Tá bom, né? Fomos pra lá e vimos uma fila para fora: o lugar é mega famoso e a gente não sabia. A essa altura já estava acreditando que eles criaram mesmo o prato, considerando a quantidade de turistas no lugar.

IMG_7524 (800x533)

A fila andou rápido e conseguimos sentar numa mesinha pra jantar. Se eles invetaram mesmo eu não sei, mas sei que foi o melhor Schnitzel que já comi. Hum!

IMG_7528 (533x800)

Saindo de lá ainda estava muito claro e não tivemos coragem de voltar pro hotel, apesar de super cansados. Então sentamos num barzinho em alguma dessas ruas pra tomar um Spritz.

Assim terminou nosso dia em Viena! Com certeza, não é o suficiente para curtir a cidade como se deve, mas já dá pra ter uma boa ideia do que fazer quando voltarmos pra lá!

Advertisements

4 thoughts on “Viena em 1 Dia

  1. Pingback: Budapeste em 1 Dia | Diários de Férias

  2. Pingback: O Que Vem Por Aí … | Diários de Férias

  3. Pingback: Europa em 20 Dias – Considerações e Roteiro | Diários de Férias

  4. Pingback: Bratislava – a parada obrigatória do leste europeu | Diários de Férias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s