Xian

Nossa passagem por Xian tinha um objetivo bem definido: conhecer o Exército de Terracota. O pacote que pegamos com a agência já incluía o vôo interno e chegamos num dia no horário do almoço, partindo no final da tarde do dia seguinte.

DIA 1

Chegamos no aeroporto e nossa guia estava nos esperando. Como nós iriamos visitar os guerreiros apenas no dia seguinte pela manhã, deixamos as malas no hotel e saímos para explorar a cidade. Como já sabia que teríamos esse meio dia livre, dei uma pesquisada sobre o que mais teria pra fazer por lá e descobri que Xian também tem uma muralha que circunda o centro da cidade.

Nosso hotel ficava dentro da muralha, bem perto das Torres do Sino e do Tambor, o que facilitou conhecermos essa parte do centro à pé. O Xian Grand New World era bem localizado, mas meio velhinho e cansado. Pra uma noite, foi mais do que suficiente.

A Muralha de Xian é considerada a mais bem conservada da China Medieval e é bem grande e interessante. Subimos pelo South Gate e ficamos andando a esmo, mas é possível também alugar um bicicleta por lá.

Xian (23) (534x800)

Xian (20) (800x534)

 Xian (34) (800x534)

Descendo da muralha, subimos um pouco a Avenida Norte-Sul e chegamos nas Torres do Sino e do Tambor. O centro da cidade tem duas avenidas principais, a Norte-Sul e a Leste-Oeste, e é bem no cruzamento delas que ficam as torres. A essa hora, já estava escurecendo e elas ficam super bonitas iluminadas. Aquela região também é cheia de shoppings e restaurantes e decidimos adiantar o jantar por lá mesmo.

Xian (45) (800x534)

Xian (57) (800x534)

Uma amiga nossa já tinha visitado a cidade e dado a dica para irmos no show de luzes na Wild Goose Pagoda. Então, depois de comer, arrumamos um táxi e fomos pra lá. O espetáculo é um show de luzes e águas dançantes, com uma musiquinha chinesa, que ocorre todos os dias às 20h. Bem legal e bonito, ainda mais considerando que não há muito mais o que fazer na cidade à noite.

Xian (82) (800x534)

Xian (99) (800x534)

DIA 2

No dia seguinte, a guia nos pegou cedo no hotel para, finalmente, irmos visitar o Exército de Terracota!

O exército foi construído a mando do imperador Qin Shihuang, para guardar seu mausoléu. É formado por guerreiros, cavalos e carruagens em tamanho real, todos esculpidos em terracota. Após uma rebelião, o mausoléu foi saqueado, destruído e incendiado e ficou esquecido até 1974, quando foi encontrado por acaso por um fazendeiro que cavava um poço de água ali.

As esculturas ficam divididas em galpões, que foram construídos em cima das valas onde foram encontradas. Hoje em dia, apenas uma pequena parte está desenterrada e restaurada, ainda há muito por vir. Os guerreiros originais eram coloridos, mas assim que são desenterrados, perdem a cor em poucos minutos. Por essa razão, o governo decidiu manter uma parte intocada, até que haja uma tecnologia capaz de preservar as cores originais.

Xian (285) (800x534)

O local com os galpões fica a uns 2 ou 3km de Xian e pra chegar lá você vai precisar arrumar um táxi ou um guia. Acho um guia interessante, porque não vi muitas sinalizações e explicações nos locais (não chequei se tem audio guide).

A hora que você entra no primeiro pavilhão, não dá pra conter o espanto. Eles são muitos e são enormes!!

Xian (118) (800x534) Xian (108) (800x534)

Xian (129) (800x534) Xian (172) (800x534)

Cada soldado é diferente do outro, uma vez que foram feitos com base nos guerreiros humanos do exército real. Os detalhes das esculturas impressionam, pois foram reproduzidos os penteados de cabelo, o tipo físico do soldado, as feições do rosto, etc.

Xian (117) (800x600) Xian (132) (800x600)

Nos que estão ajoelhados, até a sola do sapato é desenhada!

Xian (241) (800x534)

Xian (247) (600x800) Xian (255) (534x800)

Estima-se que tenham sido utilizados milhares de trabalhadores e centenas de artesãos para a sua construção. Como o lugar era secreto, após o termino dos trabalhos, o Imperador ordenou que as portas fosse fechadas com os trabalhadores lá dentro, assim eles não poderiam indicar a localização do mausoléu.

 Xian (181) (800x534)

Vale lembrar que o exército foi feito para guardar o mausoléu em si, que até agora não foi desenterrado, embora os arqueólogos e historiadores já saibam sua exata localização. Se a guarda já impressiona, imagina o próprio mausoléu. O governo chinês ainda está em buscas de tecnologias que permitam a menor danificação dos objetos na hora de serem desenterrados.

Xian (226) (800x534)

Pedaços desenterrados e catalogados, para depois serem montados e restaurados

Xian (154) (800x534)

Arqueólogos trabalhando na reconstrução

Com certeza a China não se resume à Muralha (post aqui) e ao Exército de Terracota, mas essas atrações milenares eram as primeiras que vinham à minha cabeça quando pensava no país. Ainda quero voltar pra conhecer outras várias cidades e locais que me interessam por lá, mas já me sinto muito sortuda por ter visto com meus próprios olhos esses dois lugares.

Xie Xie, China. Nos vemos de novo!

Advertisements

3 thoughts on “Xian

  1. Pingback: O Que Vem Por Aí … | Diários de Férias

  2. Pingback: Pequim | Diários de Férias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s