Butão – Ninho do Tigre

O dia seguinte (e último de minha estadia no Butão) era dedicado a visitarmos o mosteiro mais famoso, o Ninho do Tigre (Mosteiro de Taktsang ou Paro Taktsang), situado em uma encosta altíssima. A lenda diz que o Guru Rinpoche – conhecido como “segundo buda”, iniciador do budismo no Tibete – milagrosamente voou até lá sentado nas asas de um tigre.

???????????????????????????????

Para chegar ao topo, são duas as opções possíveis: subir a pé ou em burros – achei esta opção até mais perigosa, já que o caminho era íngreme e sinuoso e, pra piorar, estava chovendo.

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

???????????????????????????????

** Obs. Maíra e Karine: nós também achamos a opção de subir em burros/cavalos um pouco perigosa. Embora não estivesse chovendo no dia que fizemos a trilha, estava bem seco e os animais também derrapavam na poeira. 

Demoramos mais de duas horas para chegar ao topo (o Norbu, meu guia, me acompanhou o tempo todo), mas paramos no caminho para tomar um chá, para bater inúmeras fotos e para recuperar o fôlego: tanto pela exaustão como pela paisagem que me deixava sem ar. Ver o mosteiro se aproximar aos poucos era indescritível.

o caminho 2

  ???????????????????????????????

 ???????????????????????????????

Obs Maíra e Karine: embora a subida não seja difícil em si (a trilha vai em zigue-zague pela montanha, o que não a torna tão íngreme), o percurso é longo e a altitude ajuda a deixar mais cansado. Também demorarmos 2 horas para chegar até lá, mas as paisagens, as pessoas que vamos encontrando e ver o mosteiro se aproximando deixa tudo especial!!

DSC_5255 (800x534) (800x534)

Muito longe

DSC_5261 (800x534)

Médio longe

DSC_5294 (800x534) (800x534)

Quase lá!

DSC_5289 (800x534) (800x534)

Sempre acompanhados por bandeiras de preces e vistas lindas!

No meio da trilha, há uma parada providencial com uma cafeteria. Chegando lá, eles dão bolachas, chá e café. Enquanto você recupera o fôlego da subida, a visão do monastério ali em frente garante que você não vai desistir!

Tinham pessoas de todas as idades fazendo a subida – encontrei, inclusive, aqueles monges com quem peguei o voo na ida, e eles usaram os burros. Só a parte final (uma escadaria) precisava mesmo ser a pé… e, no caso de um deles, precisou ser carregado por outros dois.

Ver o esforço para chegarem lá era impactante… Como se estivessem esperado por isso há tanto tempo. Fiquei vendo alguns deles fazerem as prostrações e oferecerem nos altares dólares e salgadinhos que tinham trazido (é comum dar comida nas oferendas).  Sentei ao lado do meu guia e enquanto recuperava meu fôlego, agradeci por estar lá.  A energia dali era quase palpável.

??????????????????????????????? ???????????????????????????????

Obs Maíra e Karine: chegar pertinho do monastério é um momento realmente especial, tanto pela recompensa do esforço, como pela energia única do lugar que, como a Dé disse, é quase palpável. 

DSC_5315 (534x800) (534x800)

DSC_5344 (800x534) (800x534)

IMG_8814 (800x800)

Nós e Kaka, já muito perto!

No monastério, não é possível tirar foto. Encontramos um monge que nos deu benzeu com água, nos deu pipoca abençoada para comer e uma pulseirinha que até hoje está no nosso pulso. 

Em Paro, nós havíamos comprado umas bandeiras de prece e, na volta, paramos em algum lugar com bastante vento para pendurá-las, agora mais energizados após a visita ao local. 

DSC_5366 (800x534) (800x534)

Demos mais uma volta pela cidade, troquei dólares pela moeda local, Ngultrum, para comprar algumas lembranças –que consistia em uma reprodução delicada dos símbolos budistas que estavam em todos os mosteiros e templos. No dia seguinte, era hora de me despedir, sair daquela atmosfera calma e serena e voltar para o caos de Kathmandu.

Tashi Delek e Kadrin Che, Butão. Adeus e meu muito obrigada.

Advertisements

2 thoughts on “Butão – Ninho do Tigre

  1. Pingback: Butão – Punakha e Paro | Diários de Férias

  2. Pingback: 2 Dias Inteiros no Parque de Torres Del Paine | Diários de Férias

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s